.

Os médicos disseram que eu não poderia engravidar devido ao diabetes: Sou mãe!

|

Olá!
Sou Camila, 34 anos, cabeleireira e manicure, tenho diabetes tipo I há 17 anos, casada com Alexandre e mãe da linda Letícia de 10 anos. Me trato com insulinas NPH (seringa) e Apidra (caneta). Meu tratamento é feito pelo plano de saúde.

Foto da esquerda antes do diagnóstico - Foto da direita depois do diagnostico




Meu sonho sempre foi em ser mãe. No começo do meu diagnóstico, os médicos diziam que eu não poderia ser mãe. Mas como os planos de Deus são diferentes, no ano de 2008 engravidei. Que susto! Minha glicemia nessa época era bem descontrolada, eu bem rebelde. A partir da notícia que estava gerando uma criança, comecei a fazer tudo o que podia para levar a gestação até o final sem problemas nenhum. Segui tudo a risca! Por incrível que pareça minha gestação foi tranquila. Mas haviam significativos descontroles glicêmicos e a glicada não baixou muito,mesmo com todo esforço.

Gestação

Tive muito apoio do meu marido Alexandre e isso foi muito importante.

Com  34 semanas meu médico achou prudente fazermos uma cesariana, poucos meses antes ele havia perdido uma paciente com diabetes e não quis arriscar comigo. Por isso Letícia nasceu prematuramente, com 2.800kg e 46 cm. Teve hipoglicemia, precisou ficar uma semana no hospital, mas com a graça de Deus, ela teve alta sem quadro de hipoglicemia. Não tive leite(mesmo com estímulos)por isso não tive o prazer de amamentar.

Nascimento


Letícia 1 dia em casa depois de 7 dias no hospital
Com 1 ano e 8 meses, ela foi diagnosticada com paralisia cerebral. Daí vieram os por quês:

Sorriso!


Foi por conta da hipoglicemia que teve quando nasceu?

Por ter nascido prematura?

Porque sou diabética?
Ainda não andava, precisava da ajuda de um carrinho.

A resposta que tenho para esses questionamentos são que Deus quis nos presentear com um anjo em nossas vidas, para cuidarmos e Ele sabia que daríamos muito amor e faríamos de tudo para ajudar nossa filha a crescer e superar seus obstáculos.
Aqui já andava e seu equilíbrio estava melhorando.

A paralisia cerebral dela é leve não progride e também não regride. Desde do diagnóstico dela até o dia de hoje, ela tem uma vida normal, posso te dizer que ela sem sombra de dúvida é o meu melhor PRESENTE.

Primeiro ano da escola e seu primeiro passeio

O diagnóstico da Lelê veio quando percebemos que ela não era tão durinha e não engatinhava. O pediatra nos que nem toda criança engatinhava, que era comum. Quando ela estava com 1 ano e 8 meses, ele nos encaminhou para um neurologista,aí veio o diagnóstico. Desde então fazemos tratamento dela com fisioterapia. Em janeiro de 2018, ela passou por uma cirurgia no tendão do pé direito.Graças a Deus está bem, correndo tudo como o previsto pelo ortopedista dela. Lelê hoje tem 10 anos está no quarto ano na escola , estuda numa Escola Municipal e acompanha as crianças de sua idade. Até brinco que ela não quer ser bailarina por isso faz tratamento para o pé direito.

Familia

Com diagnóstico de 17 anos de diabetes, não tenho nenhuma complicação, controlo a glicemia da melhor maneira dentro das minhas possibilidades. Claro que tem dias que digo não aguento mais, mas aí olho para minha “pitika” Letícia e percebo o quanto ela precisa de mim. Não deixo o diabetes tomar conta de mim , porque afinal quem é intrusa é ela, então eu tomo conta dela e vivo cada dia imensamente.

Mamãe e filha
O que dizer para as mulheres diabéticas que desejam ter filhos?O que não podemos é perder a fé e a confiança em Deus que no tempo certo ele nos dará sua herança, ou seja, filhos. Não tenham medo, fazendo um bom tratamento podemos sim ter filhos!

Aqui já com 10 anos minha bênção de Deus


4 comentários:

  1. Para Deus nada é impossível! Deus abençoe vocês!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por me permitir em fazer parte desse lindo trabalho.
    As histórias são lindas
    Sua iniciativa é maravilhosa que Deus continue te abençoando e dando sabedoria para continuar ajudando de alguma forma às pessoas. Que Deus abençoe vc e sua família!

    ResponderExcluir
  3. Eu sou diabética desde os nove anos,aos 21anos engravidei,tive uma gestação super tranquila até o finalzinho onde comecei ter muita hipoglicemia,com 37semanas veio ao mundo minha Manuela,peefeita do jeitinho que eu pedi a Deus,de um parto cesariano onde ocorreu tudo bem,hoje minha filha está com quase 3anos e é a minha maior benção. Nós podemos ser maes sim!

    ResponderExcluir
  4. Tenho diabetes desde os 9 anos também é hoje com 21 anos por incrível que pareça estou gestante. Tenho muito medo de como tudo vai ocorrer. Estou de 11 semanas e estou muito preocupada por conta da diabetes. Espero que tudo ocorra bem assim como foi contigo. Se Deus quiser tudo vai bem. Quero me inspirar na sua história é um dia contar pra alguém como vc fez aqui. Deus abençoe vocês. ����❤️

    ResponderExcluir